Entenda a diferença entre carros novos, seminovos e usados

Entenda a diferença entre carros novos, seminovos e usados

Com o mercado superaquecido de compra e venda de veículos, muitos cuidados devem ser observados para que você não finalize uma negociação que onere seus projetos. Nesse ponto, saber a diferença entre seminovos e usados pode ser importante para manter o orçamento e garantir o novo veículo. Por isso, saber exatamente o que olhar e quais critérios seguir permitirá a você, estimado leitor, satisfação ao fechar o negócio.

Conforto, segurança e bom preço são fundamentais. Para você que procura o melhor de tudo isso para sua família, continue conosco e juntos analisaremos criteriosamente pontos simples, porém de grande valia no momento de sua decisão. Confira!

Diferença entre seminovos e usados

Muito se fala sobre conservação mecânica e externa do veículo no momento de avaliar a compra de carros seminovos ou usados. Tais pontos são importantes, sim! Mas ainda há critérios que diferenciam os seminovos dos usados. São eles:

  • carros com até 03 anos de uso e apenas um único proprietário são considerados seminovos. Diferente disso, já é considerado veículo usado;
  • a quilometragem estimada deve ser baixa, entre 20.000 rodados ao ano. Caso ultrapasse esse critério, será considerado usado;
  • veículos seminovos ainda estão na garantia de fábrica, sendo que, em alguns casos, com até dois anos além dos três que os qualifica como seminovos. Veículos usados não possuem mais essa garantia. Em alguns casos a garantia de fábrica pode chegar até 5 anos e nesse ponto é muito importante observar se as revisões foram todas realizadas dentro da rede autorizada para que se confirme a garantia do fabricante.

Veículos Novos

Os consumidores, em geral, sempre buscam o melhor. Por isso, ter um veículo “zero”, ou seja, ser o primeiro proprietário é o que muitos almejam. Mas será que realmente a relação custo benefício do zero km ainda vale a pena?

Antes de fazer essa escolha é importante analisar fatores como depreciação do veículo, tempo que você pretende ficar com ele, preço do seguro e manutenção preventiva (revisões). Assim é possível ter certeza de que é no carro zero que se encontra a melhor relação custo benefício para você.

Veículos Seminovos

Observando o andamento do mercado financeiro em nosso país e a busca constante em realizar o negócio perfeito, muitos investidores perceberam que a demanda pelo veículo seminovo tem crescido muito.

Com isso, as possibilidades de negociação aumentaram e as facilidades em se obter um veículo em perfeito estado e ainda com garantia de fábrica se tornaram viáveis para a população. Informe-se mais sobre qual veículo escolher de acordo com seu perfil e aproveite o aquecimento deste mercado.

Veículos Usados

Veículo usado não é sinônimo de negócio ruim. Pelo contrário, se você busca economia e bons carros, é importante encontrar uma revendedora de confiança para garantir o bom negócio e buscar o veículo que atenda suas necessidades.

Observe sempre os pneus e suas condições de uso. Na lataria, verifique se a pintura é uniforme ou se há variações na tonalidade, pois isso pode indicar funilaria anterior provocada por colisões. Alinhamento das portas, capô e o próprio porta-malas e se os vidros contêm a numeração do chassi do veículo, exigido por lei. Além disso, a mecânica deverá estar em perfeito funcionamento.

Fechar um bom negócio é garantir satisfação plena

Analisando-se a diferença entre seminovos e usados, assim como os novos, podemos chegar a uma conclusão do quão vantajoso é a optar pelo veículo seminovo. Desde a facilidade na negociação até a satisfação em poder contar com um produto de qualidade e de ótimo desempenho.

Segurança e comodidade a sua família, resposta positiva nas estradas e vias em que transitamos devido à correria do dia a dia. Tudo isso com satisfação e confiança no bem adquirido. Um ótimo negócio a ser realizado!

As informações aqui foram úteis a você? Compartilhe este post nas redes sociais e permita que mais pessoas conheçam tais dicas!

Deixe um comentário